Blog
Dez 18
the-gift-of-life-final

O Presente da Vida

Como se também eu estivesse sob a influência das estações do ano, algumas gotas escorrem pela minha cara.

Elas carregam muitas memórias e sentimentos especiais.

Memórias que se tornam vivas como bolhas de sabão criadas pelo vento.

À medida que a luz do sol incide sobre estas bolhas, surgem cores únicas maravilhosas…

Elas carregam momentos preciosos partilhados com aqueles que já não consigo ver.

Elas carregam os seus sorrisos, as suas vozes, os seus gestos.

Elas carregam a sua alegria, o seu carinho e o seu amor que senti durante tantos anos.

As bolhas eventualmente rebentam, mas os sentimentos ainda permanecem…

Os meus olhos já não conseguem captar a sua forma, mas o espaço no interior das bolhas está sempre lá.

Fecho os olhos para me tornar mais consciente deste espaço.

Venho ao meu coração em busca da água, do vento, do sol e das cores infinitas.

Encontro o espaço em que tudo é criado.

Encontro a nascente da alegria, do carinho e do amor.

Descubro a fonte da gratidão que enche o meu coração.

Gratidão por aqueles que já não têm forma com quem partilhei momentos tão preciosos.

Gratidão por aqueles que continuam ao meu lado nesta viagem.

Gratidão por todas as experiências que fizeram de mim “aquilo que sou”.

Gratidão pelas experiências extraordinárias que ainda hão de vir.

Gratidão por este momento Presente.

Gratidão pelo Presente que é a Vida.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *