Blog
Mar 14
escada-pedra-junto-vegetac3a7c3a3o

Escada – Coragem – Fé

 

A escada é alta. 

Olho para cima e não vejo onde acaba. 

Olho para baixo e vejo todo o caminho já percorrido. 

Vejo cada degrau. 

Identifico cada momento. 

Reconheço o avanço.

A escada é sinuosa. 

Uns degraus são baixos e fáceis de subir. 

Outros são imensamente altos, aparentemente impossíveis de escalar. 

Nestes últimos, somos obrigados a ver melhor, a contornar obstáculos e a descobrir recursos. 

Identificamos a carga que nos pesa, que precisamos libertar para conseguir dar o passo seguinte.
Descobrimos a lanterna que nos aponta o sítio mais seguro onde apoiar o pé.
Descobrimos o corrimão que nos ajuda a subir.
Descobrimos a força dos músculos que nos fazem avançar.
Descobrimos a coragem que nos impulsiona a fazer esse movimento.

Subido o degrau, vemos a escada a partir de uma nova perspetiva. 

Descobrimos a paisagem até então inacessível aos nossos olhos.

Nessa subida, conquistámos o degrau.
Reconhecemos a nossa força e coragem.
Descobrimos a mão que nos suporta.
Encontrámos uma lanterna. A lanterna cuja luz nos guia o caminho. Cuja chama nos acalenta o coração. Uma chama que nos chama. Chama-nos para continuar a subir. Para seguir a voz do coração.

Olho novamente a escada e vejo o próximo degrau.
Olho com os olhos de uma criança a descobrir o mundo. Como será a próxima paisagem?
Olho com Fé e sigo com Coragem.
Sigo a Luz. Sigo o Coração.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *